Furacao.com O melhor do Atletico na WEB http://www.furacao.com pt Furacão é o 14º em ranking histórico do Brasileirão http://www.furacao.com/materia.php?cod=45581 No ranking histórico do Brasileirão, que soma a pontuação de todos o times que disputaram a Série A do Nacional desde o início do campeonato (1971), o Atlético é o 14º colocado com 1.187 pontos. <br /> <br />O Furacão está 100 pontos na frente do rival Coritiba, que tem 1.087 pontos e aparece logo em seguida, em 15º. O Goiás é o 13º colocado, com 1.208 pontos (21 pontos a mais que o Atlético). Os primeiros colocados do ranking são: São Paulo em 1º lugar (1.805 pontos), Internacional em 2º lugar (1.733 pontos) e Cruzeiro em 3º lugar (1.715 pontos). <br /> <br />Desde 1971, o Furacão participou de 35 das 44 edições do Brasileirão que foram avaliadas, enquanto o Coritiba disputou 33. <br /> <br />No ranking que avalia apenas os campeonatos da Era Pontos Corridos (iniciada em 2003), o Furacão está entre as 10 melhores equipes, com 618 pontos, em 9º lugar. <br /> <br />Confira: <br /> <br />RANKING HISTÓRICO <br />Pontos somados no Brasileirão, de 1971 a 2014 <br />1 São Paulo 1.805 <br />2 Internacional 1.733 <br />3 Cruzeiro 1.715 <br />4 Corinthians 1.643 <br />5 Santos 1.642 <br />6 Atlético-MG 1.624 <br />7 Flamengo 1.612 <br />8 Grêmio 1.608 <br />9 Palmeiras 1.533 <br />10 Vasco 1.526 <br />11 Fluminense 1.489 <br />12 Botafogo 1.389 <br />13 Goiás 1.208 <br /><b>14 Atlético-PR 1.187</b> <br />15 Coritiba 1.087 <br /> <br />RANKING DOS PONTOS CORRIDOS <br />Pontos somados no Brasileirão desde 2003 <br />Clube Pontos <br />1 São Paulo 812 <br />2 Cruzeiro 774 <br />3 Inter 743 <br />4 Santos 721 <br />5 Fluminense 699 <br />6 Corinthians 672 <br />7 Flamengo 667 <br />8 Grêmio 648 <br /><b>9 Atlético-PR 618 </b> <br />10 Atlético-MG 611 <br />11 Botafogo 580 <br />12 Goiás 555 <br />13 Palmeiras 554 <br />14 Vasco 537 <br />15 Coritiba 473 <br /> Tue, 25 Nov 2014 15:41:56 -0200 Clube fará controle biométrico para organizada http://www.furacao.com/materia.php?cod=45576 A partir do próximo ano, o acesso dos integrantes de torcida organizada à Arena será por biometria. A medida foi anunciada pelo presidente do clube, Mario Celso Petraglia, ao programa Camarote PFC, como mais uma medida de se controlar quem é membro da torcida e está dentro do estádio. <br /> <br />"Nós temos um pacto com nossa organizada, mas não se controla. O Atlético não dá absolutamente nada [de ingresso], há décadas. Nós tiramos as cadeiras, delimitamos um espaço para eles, todos obrigatoriamente têm que ser sócios, não vendemos ingressos para aquele local, e agora estamos querendo implantar o controle biométrico. Tem que ser sócio, pagar e saber tudo", disse. <br /> <br />Com relação à briga dos torcedores com vascaínos, na última rodada do Brasileirão do ano passado, que rendeu ao clube nove jogos de suspensão cinco fora de Curitiba e quatro na Arena, com portões fechados Petraglia disse que o impacto foi em vários sentidos. "Foi terrível, péssimo, não só na imagem, mas técnico, econômico e financeiro, porque jogamos 9 jogos penalizados, além das multas, das ações sofrendo com várias pessoas que se sentiram prejudicadas. Foram milhões de reais que perdemos e a imagem desgastada", avaliou. <br /> <br />O presidente atleticano também comentou as punições aos torcedores que se envolveram na confusão. "Temos nosso conselho de ética que julga, expulsa, suspende. Os que conseguimos identificar, internamente o clube tomou as providências de processá-los, suspendê-los e eles trabalham para benefícios sociais. Hoje distribuímos os sacos de lixo e todos eles fazem essa coleta. Limitamos faixas, bandeiras, essas coisas, até a primeira confusão que surgir, aí voltaremos a puni-los", advertiu. <br /> Mon, 24 Nov 2014 09:35:49 -0200 "Fracassamos com o Adriano", lamentou Petraglia http://www.furacao.com/materia.php?cod=45577 Durante a entrevista ao programa Camarote PFC, o presidente Mario Celso Petraglia comentou a curta passagem do atacante Adriano ao Atlético no início deste ano. O Imperador chegou ao clube em dezembro do ano passado e acertou sua rescisão no dia 11 de abril, logo após a eliminação do clube na Libertadores. Com a camisa atleticana, Adriano disputou cinco partidas - 3 na Libertadores, sendo uma como titular, uma no Paranaense e no jogo-teste da Arena. Ele marcou um gol, justamente no jogo da despedida, contra o The Strongest, em La Paz. <br /> <br />"Tivemos um caso muito bem sucedido com nosso goleiro [Rodolfo] com problema de antidoping. Aí houve uma solicitação do Adriano, para dar uma chance e nos sensibilizamos. Se houve erro foi meu, eu falei com ele, um cara espetacular, de bom coração e alto nível, mas infelizmente não teve a força suficiente para se manter fora da dependência", disse Petraglia. "Fracassamos, o ambiente com o fracasso nos trouxe o problema, não por culpa dele, mas com regalias com os meninos nossos, você cria diferenças no grupo que não foi positivo", acrescentou. <br /> Mon, 24 Nov 2014 09:04:57 -0200 Contrato com a Umbro deve ser renovado http://www.furacao.com/materia.php?cod=45578 O contrato do Atlético com a Umbro deve ser renovado para a temporada 2015. Além do fornecimento de material esportivo para todas as categorias de futebol do clube, a marca também fornece o uniforme das escolas de futebol do Atlético. "[O contrato] não chega a R$ 2 milhões, R$ 1,8 milhões, estamos negociando para aumentar o percentual de royalties", disse o presidente Mario Celso Petraglia em entrevista ao Camarote PFC. <br /> <br />A parceria é a segunda mais antiga do futebol brasileiro e perdura desde 1996 a mais antiga é entre Fluminense e Adidas. "Temos um contrato, uma parceria de longo tempo. A Umbro acreditou no nosso projeto e até agora não apareceu outra marca com propostas. Não apareceram as grandes marcas nos fazendo oferta, claro se for um bom negócio nós consideraremos, mas não é o caso". <br /> <br />Segundo Petraglia, um dos diferenciais da parceria é justamente o apoio às escolas de futebol. "Temos uma participação forte da Umbro que nos veste e também oferece o enxoval para todas as nossas escolas. O Atlético tem mais de 6 mil alunos nas escolas de todo o Brasil e a Umbro nos cede 7 mil uniformes para todas as escolas", disse. <br /> Mon, 24 Nov 2014 08:07:53 -0200 Por patrimônio de R$ 1 bi, clube foca em arena indoor http://www.furacao.com/materia.php?cod=45579 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Complexo Arena será autossustentável [foto: FURACAO.COM]" src="http://www.furacao.com/images//verticais/arena050614a.jpg">O Atlético deverá ter, nos próximos meses, um patrimônio avaliado em R$ 1 bilhão. A previsão é do próprio presidente Mario Celso Petraglia, que cita o CT do Caju e a Arena com teto retrátil e arena indoor (a Areninha como é chamada pelos atleticanos) como balizadores dessa soma. <br /> <br />Para o próximo ano, as metas são concluir a instalação do teto retrátil, estimada em R$ 10 milhões, e construir uma arena indoor, no estacionamento do estádio, com capacidade para 10 mil pessoas. "Nosso projeto está ligado ao complexo de entretenimento, o estádio para 43 mil lugares e agora estamos instalando o teto retrátil, para shows e eventos. Também teremos a arena indoor, que não é um ginásio, é uma arena indoor que também fará esportes, mas que pode receber teatro, shows da Broadway, Cirque du Soleil, qualquer evento", explicou Petraglia em entrevista ao Camarote PFC. <br /> <br />Segundo o dirigente, essa infraestrutura fará o estádio autossustentável e financiador de recursos para o futebol do clube. "O estádio é um centro de entretenimento, de eventos, nada a ver com futebol. É um meio para fazermos caixa, receita para investirmos em futebol", acrescentou. <br /> <br /><B>Patrocínio</b> <br /> <br />Outra importante fonte de receita é o patrocínio ao complexo Arena. Segundo Petraglia, o clube negocia com várias empresas um contrato de <i>naming rights</i> (direitos de nome) do estádio, com a ideia de que o próprio patrocínio irá bancar os custos do pagamento do empréstimo R$ 131 milhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), principal financiador da reforma na Arena, com pagamento parcelado para os próximos 15 anos. <br /> <br />Mesmo sem citar valores, Petraglia sugeriu acordos semelhantes às das arenas de Salvador e Recife, com contratos anuais de R$ 10 milhões. "Temos um patrimônio concluído que vai valer 1 bilhão de reais, sem dívida. O clube deve esse investimento [R$ 131 milhões ao BNDES] que vai pagar em 15 anos, se nós vendermos naming rights pagaremos com sobra todo investimento feito em 15 anos. Nós somos balizados pela venda de Salvador e Recife, que venderam a R$ 10 milhões por ano", disse. <br /> Mon, 24 Nov 2014 07:58:02 -0200 Petraglia promete título mundial em 10 anos http://www.furacao.com/materia.php?cod=45575 Entre as ações no "projeto futebol" para o Atlético, que se inicia em 2015, o presidente atleticano, Mario Celso Petraglia, incluiu um título mundial para daqui 10 anos. Segundo o dirigente, essa previsão é sustentada pela infraestrutura que o Atlético hoje oferece, a melhor do futebol brasileiro. <br /> <br />"Quando chegamos em 95 sem onde jogar, treinar, sem absolutamente nada, tínhamos uma grande torcida e 70 anos de história. Nós iniciamos um projeto e dissemos que em 10 anos seriamos campeões brasileiros e todos riram. Estamos prometendo que em 10 anos, no pós-Copa, seremos campeões do mundo. O projeto começa agora", prometeu. <br /> <br />Segundo Petraglia, para isso o clube investe em tecnologia para as áreas física, tática e técnica. "Nós estamos plantando, assim como plantamos e colhemos em patrimônio, temos o melhor patrimônio de um clube do Brasil. O mesmo foco, a mesma dedicação e esforço faremos no futebol. Nossa história no futebol começa agora, vamos investir em conhecimento, formação, fisiologia, tecnologia no esporte... e dinheiro? Claro que vamos buscar parceiros, para buscar os resultados", acrescentou. "Estamos programando fazer no futebol o que fizemos no patrimônio, mas pela lei da probabilidade nos iremos para Tóquio, Dubai. Por que não", finalizou. <br /> Mon, 24 Nov 2014 07:55:43 -0200 Presidente promete investimentos em futebol para 2015 http://www.furacao.com/materia.php?cod=45580 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Meta é disputar um Mundial em 10 anos [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]" src="http://www.furacao.com/images//jogos/america-rn030914e.jpg">Depois de investimentos em infraestrutura, chegou a vez do Atlético investir em futebol. A promessa veio do presidente do clube, Mario Celso Petraglia, em entrevista ao programa Camarote PFC, na noite do último sábado (22). <br /> <br />"O projeto começa agora. A mudança no centro de treinamento, o investimento em formação, tecnologia física, tática e técnica, nós não economizamos recursos para investir em conhecimento, porque nosso mercado é muito pobre. Nós estamos plantando, assim como plantamos e colhemos em patrimônio, e temos o melhor patrimônio de um clube no Brasil", disse Petraglia na entrevista. <br /> <br />Segundo Petraglia, três pilares fundamentais vão sustentar esse foco maior na bola a partir da próxima temporada: equilíbrio no caixa, com a Arena sendo autosustentável e gerando as receitas necessárias para o pagamento do financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); investimentos em tecnologia do esporte no que tange as áreas técnica, física e tática; e receitas vindas de eventos extra-futebol, usando o complexo do estádio para angariar mais recursos para o time. <br /> <br />O grande objetivo é chegar, em 10 anos, à disputa de um Mundial de Clubes. "Quando chegamos em 95 sem onde jogar, treinar, sem absolutamente nada, tínhamos uma grande torcida e 70 anos de história. Nós iniciamos um projeto e dissemos que em 10 anos seríamos campeões brasileiros e todos riram. Estamos prometendo que em 10 anos, no pós-Copa, seremos campeões do mundo", acrescentou. "Claro que vamos buscar parceiros para conquistar os resultados. Estamos programando fazer no futebol o que fizemos no patrimônio, e pela lei da probabilidade posso dizer que iremos para Tóquio, Dubai, por que não?", indagou. <br /> <br />Se o foco é a bola, uma mudança significativa ocorreu já no planejamento da próxima temporada. Pela primeira vez na atual gestão de Petraglia no Atlético o clube inicia o ano com um treinador semana passada, foi anunciada a renovação por mais 12 meses com o técnico Claudinei Oliveira. "Ele [Claudinei] está conosco há poucos meses, é um rapaz jovem, interessado, estudioso e terá um grande futuro pela estrutura que o Atlético disponibiliza. Teremos um grande futebol em 2015", prevê Petraglia. <br /> <br />Ainda sobre futebol, o presidente atleticano confirmou que utilizará o time sub-23 no Campeonato Paranaense, com o plus de incentivo aos jovens atletas já que no segundo semestre poderão também disputar o campeonato estadual da categoria. "Usaremos nosso sub-23 pois no Brasil não há competição de formação séria e nós usamos o Estadual para isso. Agora tivemos a surpresa que o sub-20 virou sub-23 no segundo semestre [a partir de 2015 haverá um Campeonato Paranaense Sub-23 substituindo o tradicional sub-20, o Juniores do passado]. Nossos meninos jogarão também no segundo semestre. Não mudaremos nossa política, mas ainda mais motivados porque eles terão calendário no segundo semestre", explicou. <br /> <br />Durante os primeiros meses do ano, o time principal continuará em pré-temporada, com a possibilidade de excursões a outros países, além da disputa da Copa do Brasil, num planejamento semelhante ao de 2013 este ano, devido à participação na Libertadores, a pré-temporada foi menor. "Vamos treinar, excursionar e jogar a Copa do Brasil [com o time principal]", disse. <br /> Mon, 24 Nov 2014 06:43:15 -0200 Petraglia lamenta campanha em 2014: "Esperava mais" http://www.furacao.com/materia.php?cod=45574 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Petraglia queria que time repetisse campanha de 2013 [foto: ALEP/Sandro Nascimento]" src="http://www.furacao.com/images/comissao/petraglia53.jpg">O presidente do Conselho Administrativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, esperava mais da equipe em 2014. Em entrevista ao programa Camarote FC, do Canal Premiere, o mandatário rubro-negro afirmou que a expectativa era de alcançar a mesma campanha do ano passado. Em 2013, o Furacão chegou à final da Copa do Brasil e terminou o campeonato na terceira posição, conquistando uma vaga na Libertadores. Já na temporada atual, caiu nas oitavas-de-final e, por enquanto, ocupa a oitava colocação, com 50 pontos, no Brasileirão. <br /> <br />"Como o futebol não é uma ciência exata, você planeja, você programa, para o exercício. Claro que a gente esperava sempre mais, sempre busca. Mesmo em 2013, nós iniciamos com um time modesto, havíamos subido da segunda divisão em 2012 e chegamos aonde chegamos. Então, iniciamos este ano também na expectativa também de fazer uma campanha próxima à do ano anterior, mas perdemos alguns jogadores do grupo do ano passado e não tivemos condições de repor os mesmos níveis, o custo do futebol está altíssimo estávamos investindo fortemente em patrimônio, então optamos por promover os meninos formados na casa", declarou. <br /> <br />Petraglia avalia que o as trocas de treinadores durante o ano influenciaram para a queda de produção do ano passado para cá. Segundo ele, o espanhol Miguel Ángel Portugal teve "um choque de cultura" e não conseguiu se adaptar ao futebol brasileiro. <br /> <br />"Iniciamos muito bem, daí tivemos a paralisação para a Copa do Mundo e também aconteceu um fato, que nós tínhamos trazido um treinador europeu, espanhol para uma primeira experiência. Sempre somos muito vocacionados a trazer profissionais de fora, trazer pessoas com outra cultura, com outro conhecimento. Como nossa avaliação hoje é de que os técnicos do Brasil são sempre os mesmos, as novidades são muito raras, com o pessoal começando, ele (Miguel Ángel Portugal) não quis permanecer, houve um choque de cultura muito grande como se ministra futebol em todos os sentidos na Europa. O nosso jogador não tem a mesma visão, a mesma forma, a mesma cultura. Então, ele pediu para sair. Chegou para mim, "olha presidente, vou me embora porque acho que não posso lhe ajudar porque meus métodos, minha forma de agir vai ter um conflito muito grande". De fato, já havia acontecido alguns problemas internos, o pessoal se revoltando, achando que ele era rígido demais, que obrigava o pessoal a se pesar todo dia, eliminou qualquer tipo de doces, e o controle dos treinamentos de manhã e de tarde, a parte de alimentação rígida. Uma série de posições que, na Europa, são normalíssimos, e aqui houve uma certa reação. Houve a descontinuidade do nosso trabalho", disse. <br /> <br />Após a saída do espanhol, o Atlético contratou Doriva, ex-Ituano, que não teve muito sucesso. Com isso, a diretoria buscou o técnico Claudinei Oliveira no Paraná Clube. O Furacão estava na parte de baixo na tabela e subiu, mas ficou longe do G-4. <br /> <br />"Aí contratamos outro técnico brasileiro (Doriva) e não fomos felizes. Não se adaptou dentro da nossa visão, da nossa política. Houve um descompasso e caímos. Mudamos de novo e retomamos. Tivemos essas vitórias seguidas que nos deram a tranqüilidade para sairmos dessa confusão, né? Estamos aí, no meio da tabela, mas gostaria de estarmos mais acima", concluiu. Sun, 23 Nov 2014 20:09:07 -0200 Confira os gols de Bahia 1 x 2 Atlético http://www.furacao.com/materia.php?cod=45573 Furacão venceu o Bahia por 2 a 1, neste sábado (22), na Arena Fonte Nova. Fahel (contra) e Bady marcaram para o Furacão, e Henrique fez o gol baiano. <br /> <br /><center><iframe width="560" height="315" src="//www.youtube.com/embed/C8v4N-gJ8KY" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></center> Sun, 23 Nov 2014 00:09:19 -0200 Fahel, que já criticou o Atlético, foi o personagem do jogo http://www.furacao.com/materia.php?cod=45572 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Fahel: retrato do jogo [foto: Agência Estado]" src="http://www.furacao.com/images/jogos/bahia210911b.jpg">O volante Fahel, do Bahia, foi o personagem do jogo deste sábado, em que o Atlético venceu o Esquadrão de Aço por 2 a 1, na Fonte Nova. Ele marcou um gol contra e perdeu uma chance clara de empatar o jogo nos instantes finais. <br /> <br />Fahel jogou no Atlético em 2008. Ele foi indicado pelo técnico Ney Franco, mas não foi bem e disputou apenas três jogos com a camisa rubro-negra. Em seguida, foi para o Goiás e passou pelo Botafogo antes de chegar ao Bahia, em 2011. <br /> <br />Meses depois de ter deixado o Atlético, Fahel voltou a Curitiba com o Goiás para enfrentar o Coritiba. Entrevistado por uma emissora de rádio, mostrou-se ressentido com o Furacão: "Fui injustiçado lá dentro. O Atlético é uma enrolação, tudo é muito complicado, isso é coisa do Petraglia. Mas eu torço para que eles saiam desta situação, foi o time que me deu uma nova oportunidade". <br /> <br />Em 2010, o volante ajuizou uma <A HREF="http://www.furacao.com" target="_blank">ação</A> contra o Atlético, pleiteando cerca de R$ 9 milhões em diferenças de férias, 13° salário, fundo de garantia, direito de imagem, diferenças de 15% sobre direito de arena, multa rescisória e cláusula penal por rescisão antecipada do contrato de trabalho. <br /> <br />A atuação de Fahel neste sábado, diante do Atlético, foi analisada pelo colunista Juca Kfouri: "Mas o melhor retrato do tricolor baiano foi Fahel que marcou um gol contra e jogou no mar o gol de empate, da marca do pênalti, no minuto derradeiro". <br /> Sun, 23 Nov 2014 00:00:28 -0200 Claudinei destaca superioridade: "Poderíamos ter feito mais" http://www.furacao.com/materia.php?cod=45571 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Comandante rubro-negro comemora vitória como visitante [foto: site oficial]" src="http://www.furacao.com/images/verticais/claudinei01.jpg">O técnico Claudinei Oliveira ficou satisfeito com a atuação do Atlético na vitória por 2 a 1 sobre o Bahia na noite deste sábado, na Arena Fonte Nova, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele afirmou que a equipe paranaense foi superior e que poderia ter marcado mais gols. <br /> <br />"Todo mundo espera o adversário de uma forma ou de outra. Em alguns jogos, adiataram mais a marcação; em outros, não. Hoje até tivemos um pouco mais de posse de bola. Mas a proposta deles era para vencer o jogo, mas não quiseram se lançar tanto por consciência do histórico do Atlético, saber a velocidade dos jogadores no contra-ataque. O Charles (técnico do Bahia) optou por ser mais conservador no começo da partida. Depois, mudou, colocou jogadores mais ofensivos, mas suportamos bem. Fizemos dois gols, poderíamos ter feito mais. O Atlético foi superior", falou em entrevista coletiva após a partida. <br /> <br />O Furacão entrou com mudanças, com Mário Sérgio no lugar do suspenso Sueliton e Hernani e Marcos Guilherme nas vagas dos machucados Deivid e Cléo. Além disso, ele promoveu as estreias do meia Zé Paulo e do atacante Pedro Paulo. "Conseguimos organizar bem com Paulinho e Hernani, com o próprio Mário Sérgio. A gente pode observar alguns jogadores. Pudermos estrear o Zé Paulo e Pedro Paulo. Todo jogo serve para a gente estar olhando tanto aqueles que vinham jogando e também analisar formações", comentou. <br /> <br />Com o resultado, o Furacão chegou ao oitavo lugar, com 50 pontos. Segundo a projeção do treinador, essa precisa ser a colocação do time no Campeonato Brasileiro. Claudinei também comentou sobre a motivação do grupo na reta final. <br /> <br />"Nosso objetivo é ficar em oitavo, que é o máximo que a gente pode. Vamos brigar com Santos, Flamengo e Sport. Isso aí dá vantagem na tabela do ano que vem, tem a questão da premiação. Quanto melhor classificado, melhor a premiação. Quanto à motivação, o cara sair de casa, entrar num CT daquele ali, o cara entrar na Arena com aquela torcida apoiando, não tem motivação maior. Eu não saio nenhum dia de casa sem agradecer a oportunidade que estou tendo. Vai ser o último jogo na Arena e não tem motivação maior. Na última rodada, se a gente já tiver com o oitavo lugar garantido, podemos observar mais alguns jogadores", concluiu. <br /> <br />O próximo confronto do Rubro-Negro será contra o Goiás, às 19h30 de domingo (30), na Arena da Baixada. Para essa partida, o comandante rubro-negro deve ter o retorno do lateral-direito Sueliton, que cumpriu suspensão neste sábado. Já o zagueiro Gustavo (que saiu machucado logo no início), o volante Deivid e o atacante Cléo dependem de avaliação médica. Sat, 22 Nov 2014 23:54:13 -0200 Zé Paulo e Pedro Paulo estreiam pelo Atlético http://www.furacao.com/materia.php?cod=45570 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Zé Paulo entra no lugar de Bady, no final do jogo [foto: site oficial]" src="http://www.furacao.com/images/jogadores/zepaulo01.jpg">O meio-campo Zé Paulo e o atacante Pedro Paulo estrearam com a camisa do Atlético na vitória sobre o Bahia por 2 a 1, neste sábado (22), na Fonte Nova, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. <br /> <br />Zé Paulo entrou no lugar de Bady aos 39 minutos do segundo tempo. O jogador está no Furacão desde setembro. Ele tem passagem por Natividade Atlético Clube, Cruzeiro e Corinthians, que detém os direitos dele. O contrato vai até maio de 2015. <br /> <br />Já Pedro Paulo substituiu Marcelo aos 44. Contratato em outubro, o atacante pertence ao Cruzeiro e também assinou vínculo até maio do ano que vem. <br /> <br />O técnico Claudinei Oliveira comentou sobre a estreia da dupla. "Tiraram o peso da estreia. Estrearam em um jogo em que ganhávamos por 2 a 1 e poderíamos ter ampliado. Eu conheço o Pedro Paulo muito bem. O Zé Paulo, um pouco. Essa questão de rejuvenescer o time, o clube tem uma formação muito boa de atletas, o Atlético é referência nisso", afirmou. <br /> <br />O próximo confronto do Rubro-Negro será contra o Goiás, às 19h30 de domingo (30), na Arena da Baixada. A tendência é que Zé Paulo e Pedro Paulo comecem no banco de reservas. Sat, 22 Nov 2014 23:30:12 -0200 Gustavo joga só dois minutos e sai machucado http://www.furacao.com/materia.php?cod=45569 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Zagueiro machuca a mão em disputa de bola, logo no início [foto: site oficial]" src="http://www.furacao.com/images/jogadores/gustavofranchin02.jpg">O zagueiro Gustavo jogou apenas dois minutos na vitória do Atlétco sobre o Bahia por 2 a 1 na noite deste sábado (22), na Arena Fonte Nova, plea 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gustavo machucou a mão direita em uma disputa de bola. Ele recebeu atendimento médico, deixou o gramado de maca e não conseguiu voltar. Aos quatro minutos, ele foi substituído por Willian Rocha. <br /> <br />Willian Rocha teve atuação segura e participação no primeiro gol do Furacão. Após escanteio cobrado por Natanael, aos 16 minutos, o camisa 36 disputou com volante Fahel, que acabou desviando para o própro gol. <br /> <br />Gustavo tem uma semana para recuperar-se até o confronto com o Goiás, no domingo (30), às 19h30, na Arena da Baixada. Se ele não tiver condições, o técnico Claudinei Oliveira deve escalar Cleberson e Willian Rocha. Sat, 22 Nov 2014 23:15:11 -0200 Tranquilo, Furacão vence e afunda o Bahia http://www.furacao.com/materia.php?cod=45568 <img style=\"float:left;padding-right:7px;padding-bottom:7px;\" alt="Weverton fez boas defesas contra o Bahia [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]" src="http://www.furacao.com/images/jogadores/weverton21.jpg">Tranquilo no Campeonato Brasileiro, o Atlético venceu o desesperado Bahia por 2 a 1 na noite deste sábado (22), na Fonte Nova, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os três gols saíram no segundo tempo. O volante Fahel, contra, e o meia Bady marcaram para o Rubro-Negro. O atacante Henrique descontou. <br /> <br />Com a vitória, o Furacão chegou à oitava posição, com 50 pontos. Já Bahia permanece na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com 34 pontos, e chances mínimas de permanecer na série A. O próximo confronto do Rubro-Negro será contra o Goiás, às 19h30 de domingo (30), na Arena da Baixada. <br /> <br />O Atlético teve mudanças em relação ao empate com o Santos, na quarta-feira (19), com Mário Sérgio no lugar do suspenso Sueliton e Hernani e Marcos Guilherme nas vagas dos vetados Deivid e Cléo. Além disso, logo aos quatro minutos, o técnico Claudinei precisou mexer: Gustavo, machucado, foi substituído por Willian Rocha. Como de costume nos últimos jogos como visitante, o Rubro-Negro começou fechado. Mais pressionado, o Bahia apostou em chutes de fora da área. Até os 20 minutos, foram três finalizações dessa forma, mas sem perigo. <br /> <br />Mesmo com uma postura mais defensiva, o Atlético buscava jogar nos contra-ataques. Na primeira oportunidade clara, aos 26, Marcos Guilherme recebeu passe de Dellatorre, mas bateu mal. Paulinho Dias e Hernani arriscaram de longe. Já aos 43, Weverton lançou Marcelo, que dominou na área, mas não conseguiu finalizar. O Tricolor baiano voltou a assustar. Após cruzamento, Galhardo cabeceou, e Weverton salvou com a ponta dos dedos. Na sequência, ele arriscou de fora e mais uma vez parou no camisa 12. <br />No segundo tempo, o time baiano voltou com uma alteração: Railan por Lincoln. Mas o Furacão foi o primeiro a assustar. Depois de uma triangulação, Marcelo chutou, e Lomba espalmou. <br /> <br />Na sequência, o volante Fahel protagonizou dois lances. Primeiro, cabeceou com perigo e quase abriu o placar. Aos 16, após Natanael cobrar escanteio, ele desviou contra a própria meta, 1 a 0. O Furacão manteve a postura e chegou ao segundo gol, aos 26, com Bady. O meia recebeu pela direita, cortou para o meio e bateu no canto. Com 2 a 0 no placar, o Bahia partiu para o ataque. E conseguiu descontar. Barbio, que entrou na etapa final, cruzou, e Henrique marcou, 2 a 1. Os mandantes tentaram até o final, mas Weverton e companhia garantiram os três pontos. <br /> <br /> Sat, 22 Nov 2014 22:59:09 -0200 Trio de árbitros para o jogo Bahia x Atlético é definido http://www.furacao.com/materia.php?cod=45567 A Confederação Brasileira de Futebol divulgou o trio de árbitros para o jogo Bahia x Atlético. O sorteado para arbitrar esta partida, que será às 21h, deste sábado (22), foi André Luiz de Freitas Castro, de Goiás. Ele será auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios, de Sergipe, e Evandro Gomes Ferreira, de Goiás. <br /> <br />André Luiz Freitas Castro tem 40 anos, é professor de Educação Física e é aspirante ao quadro da FIFA. Neste ano, este arbitro esteve em 15 jogos da Série A. Destes 15, em seis, ele foi arbitro assistente. Além destas partidas pelo Brasileirão, André Luiz Freitas Castro esteve em quatro partidas da Copa do Brasil de 2014. Entre estes jogos, o único no qual ele arbitrou um jogo do Bahia neste ano. O jogo foi Bahia 2 x 1 América-MG. <br /> <br />Já sobre o Atlético, André Luiz Freitas Castro não apitou em nenhuma partida em 2014, mas em 2013, ele esteve em campo cinco vezes junto com o Furacão. Duas delas foram pela Copa do Brasil, onde o Rubro-negro empatou em 0 x 0 com o Paysandu e perdeu por 1 x 0 para o Palmeiras. Agora as outras três vezes em que esteve arbitrando em uma partida do Atlético foram pelo Brasileirão. Nelas, o Furacão empatou por 2 x 2 com o Cruzeiro, venceu por 4 x 1 o Náutico e ganhou por 4 x 2 do Flamengo. <br /> Fri, 21 Nov 2014 18:17:06 -0200