Furacao.com
Notícias

Nenhum | domingo, 22 de fevereiro de 2004, 15h50

Atlético desfila na passarela da Baixada

Por: Furacao.com

Foto Destaque

William participou do lance do terceiro gol.
Foto: Paraná-Online.

O Carnaval curitibano não é famoso nacionalmente. Não há luxuosos desfiles de escolas de samba, como no Rio de Janeiro e em São Paulo, tampouco grandes festas de ruas, como em Salvador e no Recife. Talvez por isso não tenha causado tanta estranheza a marcação da última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense para o domingo de Carnaval.

Assim, enquanto a televisão mostrava a animação da banda Babado Novo em Salvador, o Atlético entrava no campo da Arena da Baixada às 15h32 para enfrentar o Rio Branco. Cauteloso, o time parnanguara sabia que não seria um dia de festa. Primeiro porque a marcação do jogo para este domingo foi suficiente para fazer os jogadores esquecer do Carnaval. Depois porque o adversário seria um time com um retrospecto intimidador: cinco vitórias e um empate em seis rodadas.

Bastou o jogo começar para as previsões se confirmarem. Guiado pela habilidade de Jadson e Fernandinho, o Atlético mostrou por que tem a melhor campanha. Durante todo o primeiro tempo, o Furacão criou ótimas oportunidades de gol e não deu espaço para o Rio Branco ameaçar sua meta, em um notável desempenho tático.


O único susto ocorreu aos 6 minutos. Ratinho cruzou na pequena área, Cléber saiu
mal do gol, mas nenhum atacante conseguiu aproveitar. Pronto. Depois disso, o Rio Branco não conseguiu levar perigo ao gol atleticano no primeiro tempo.

Aos 10 minutos, Fernandinho mostrou sua vocação. Fez uma maravilhosa jogada pela meia-esquerda, enfileirou vários adversários e, da linha de fundo, cruzou para a área. O capitão Ilan só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede, abrindo o marcador e iniciando a festa da torcida atleticana.

A forte marcação atleticana proporcionaou ao time roubar bolas e criar mais chances ofensivas. Fernandinho, em tarde inspirada, participou das principais jogadas. Nada mais justo que ele marcasse seu gol. Aos 29 minutos, ele sofreu falta. No minuto seguinte, Jadson cobrou na área e Fernandinho se antecipou ao goleiro Júnior, cabeceando forte para o gol.

Logo depois, Jadson fez boa jogada e tocou para Ilan, que chutou para fora. Aos 41, Jadson e Fernandinho voltaram a infernizar a zaga. Fernandinho recebeu passe do companheiro e tentou tocar na saída atrapalhada do goleiro Júnior, mas a bola bateu no lado externo da rede.

Segundo tempo: Washington mostra oportunismo

No segundo tempo, o Atlético manteve o estilo. Se o futebol não foi tão bonito e não foram criadas tantas chances, ao menos a eficiência foi a mesma. De novo, o time conseguiu impedir os avanços do Rio Branco e aproveitou as boas oportunidades para marcar gols.

A equipe voltou para a etapa final sem o atacante Ilan. Ele sentiu dores musculares e foi poupado pelo Mário Sérgio, que substituiu o capitão por Renna. No segundo tempo, a tarja de capitão foi usada por Jadson.

Depois de desperdiçar algumas chances com William, Renna e Alessandro Lopes, finalmente o rubro-negro chegou ao terceiro gol aos 30 minutos. William foi à linha de fundo na ponta-direita e cruzou de pé esquerdo para a área. Washington recebeu de costas para o gol, na marca do pênalti. O atacante girou rápido e fuzilou a meta do goleiro Júnior, aumentando a festa atleticana.

Três minutos depois, Washington voltou a balançar as redes em jogada parecida. Desta vez, o passe veio da esquerda e Washington tocou no canto, sem chances para o goleiro Júnior. Os minutos finais serviram para o Atlético trocar passes e administrar a vitória construída graças à muita dedicação física, tática e bom desempenho técnico dos jogadores ofensivos.

A goleada de 4 a 0 sobre o Rio Branco foi um desfecho adequado à ótima campanha atleticana na primeira fase do Campeonato Paranaense. A segunda fase começará já na próxima quinta-feira, mas até lá os jogadores terão pelo menos um dia para comemorar. Quem jogou hoje terá folga nesta segunda-feira e poderá até brincar o Carnaval, que ficou meio esquecido até o apito final. Mas sem excessos, pois terça já tem treino no CT do Caju.

7ª Rodada - Paranaense - (22/02/04) - Atlético 4 x 0 Rio Branco
L: Arena da Baixada; A: Antônio Denival de Moraes (PR); CA: Ratinho, Baiano, Igor, Erminho, Édson Paulista e Jadson; P: 4.610; R: R$ 39.647,50; G: Ilan, aos 10, e Fernandinho, aos 30 do 1°; Washington, aos 30 e aos 33 do 2°.

ATLÉTICO: Diego; William, Alessandro Lopes, Igor e Fabrício; Ramalho, Alan Bahia (Bruno Lança), Fernandinho (Raulen) e Jadson; Ilan (Renna) e Washington. T: Mário Sérgio.

RIO BRANCO: Júnior; Baiano, Henrique, Luciano e Erminho; Júnior Gaúcho, Alex Lopes, Édson Paulista e Ratinho (Peruíbe); Sabiá (Reginaldo) e Negreiros. T: Gassen.



Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=8027

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active