Furacao.com
Notícias

Brasileiro | sábado, 11 de novembro de 2017, 18h57

Pontos bem-vindos!

Por: Thays Kloss (Furacao.com)

Foto Destaque

Guilherme foi autor do gol da vitória. [foto: GLOBOESPORTE.COM]

Sem Gedoz e Nikão, até parecia que o Atlético estaria com dificuldades no ataque neste sábado (11). Indo enfrentar o Botafogo no Engenhão, o Furacão tinha um só objetivo: vencer. Depois de três rodadas sem marcar gol, com duas derrotas e vendo sua chance de Libertadores diminuir. A ordem da casa agora é ganhar pontos, e foi isso que o time fez, mesmo com os desfalques conseguiu segurar o placar mínimo de 1 a 0, com gol de Guilherme, e trouxe os 3 pontos.

Atlético impôs o ritmo

O Atlético começa tentando atacar com Pablo, mas o meia-atacante foi facilmente desarmado. Aos cinco minutos, João Paulo arrisca um chute para o gol, mas a bola subiu e passou por cima do gol. Aos oito minutos, uma bela jogada de tabela entre Pablo e Guilherme. Pablo dribla perto, passa para Guilherme que tenta uma bomba e a bola passa muito perto do goleiro Gatito.

As duas equipes passam os primeiros minutos se estudando e tentando lances de longe. O Atlético demonstrou uma atitude mais ofensiva, com a marcação alta e jogadas de ataque. Aos 13 minutos, boa jogada, Sidcley recebeu perto da área e cruzou, mas sobrou para o goleiro cortar. No rebote Pavez chutou pra fora.

Dois minutos depois, chance para o time carioca. Arnaldo cruzou, pimpão cabeceou, mas devagar e Weverton segurou a bola com tranquilidade. Aos 18 minutos mais uma jogada deles, Marcos Vinícius tentou lançar a bola para Brenner, mas Weverton saiu bem e ficou com a bola.

Aos 21 Marcos Vinícius mais uma vez tentou lance para o gol, mas a bola perdeu a força e facilitou a defesa. Aos 23, Guilherme tenta novo ataque e cruza para o gol, forçando o goleiro Gatito a fazer uma boa defesa e afastar a bola. O Atlético continuou trocando passes e perto da área. Aos 30 minutos, o gol! Pablo veio pela esquerda, entrou na área e rolou para Guilherme chutar para o gol. Gatito tentou espalmar a bola, mas acabou deixando ela escorregar e entrar inteira depois da linha. O goleiro até tentou se esticar para tirar, mas a arbitragem confirmou o gol.

Marcando mais alto e com a bola mais no pé, o Atlético joga melhor no primeiro tempo. Botafogo ficou perdido em campo e nas tentativas de gol errou nas finalizações. Os dois times vão para o vestiário com a vantagem atleticana.

Segundo tempo sem emoções

No segundo tempo o Atlético entrou em campo se defendendo mais e esperando o contra-ataque. O Botafogo começou a trocar mais passes, mas sem conseguir levar perigo. O Furacão teve boa chance com Lucas Fernandes aos 18 minutos, que recebeu a bola na área, mas demorou pra finalizar e quando fez, tentou driblar a zaga e foi desarmado. No mesmo minuto Lucho recebeu e chutou, mas a bola parou no goleiro.

Após isso, o segundo tempo foi morno, com um jogo sem muitas emoções. Atlético foi apenas administrando o resultado, fechando, marcando bem e atacando nos contra-ataques. O Botafogo sem muita criatividade pouco ameaçou. O susto veio apenas aos 31 minutos, quando Valencia cruzou e Guilherme cabeceou, mas a bola saiu raspando na esquerda de Weverton.

Nos minutos finais o Botafogo arriscou mais e começou a chutar para o gol, mas Weverton defendeu com tranquilidade. Segurando as pontas, o Atlético conseguiu a vitória nos 49 minutos, com 1 a 0.


DESTAQUE POSITIVO: Guilherme atacou bastante, sem falar que abriu o placar para o furacão depois de três rodadas.

DESTAQUE NEGATIVO: Segundo tempo muito parado, a equipe fez de tudo para segurar o placar, sem querer aumentar muito o placar.

O GOL
0x1 - 30’/1º: Guilherme - Pablo recebeu e rolou a bola para Guilherme, que chutou no meio do gol. Gatito tentou segurar a bola, mas deixou escorregar e entrar no gol. Apesar de ter se esticado para tirar a bola, a arbitragem disse que ela já tinha ultrapassado a linha.

PRÓXIMOS JOGOS: Ponte Preta (fora), Vasco (casa) e Avaí (fora).





Campeonato Brasileiro - (11/11/17) - Botafogo 0 x 1 Atlético
L: Nilton Santos; H: 17h00; A: Anderson Daronco - (RS/FIFA)

CA: Éderson (CAP); CV: não teve; PP: 7.214; PT: 8.399; R: R$ 167.640,00;

G: Guilherme, aos 30’ do 1º.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Arnaldo, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis (Gilson 38'); Rodrigo Lindoso e Bruno Silva; João Paulo, Marcos Vinícius (Leonardo Valencia 61') e Rodrigo Pimpão (Guilherme int.); Brenner. T: Jair Ventura.

ATLÉTICO: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez e Lucho González (Eduardo Henrique 79'); Sidcley (Lucas Fernandes int.), Guilherme e Pablo; Ribamar (Éderson 82').T: Fabiano Soares.



Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=49374

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active