Furacao.com
Notícias

Brasileiro | domingo, 20 de agosto de 2017, 12h54

Faltou o gol!

Por: Thays Kloss (Furacao.com)

Foto Destaque

Atlético falhou nas finalizações e perdeu a chance de quebrar retrospecto. [foto: arquivo]

Com quatro vitórias consecutivas no Brasileiro, o Atlético foi até Porto Alegre enfrentar o Grêmio para a 21 rodada do campeonato. Apesar do retrospecto ruim, com derrotas nos últimos três jogos contra os gaúchos, o Furacão enfrentou a equipe reserva do adversário, que ainda não ganhou uma partida. Mas ainda não foi desta vez. Numa partida sem gols, o Furacão conseguiu só mais um ponto neste domingo (20), na Arena Grêmio.

Primeiro tempo de muito estudo e pouca ação

O jogo começou mais equilibrado. O Grêmio nos primeiros minutos tocou mais a bola, trabalhando no meio de campo. O Atlético soube se defender e usar Zé Ivaldo na lateral também como um terceiro zagueiro. O começo da partida foi marcado por muitas faltas, uma até Wanderson acabou acertando a cabeça de Lincoln aos 4 minutos.

Apesar de ter menos a posse de bola, o Furacão teve a primeira chance de gol da partida aos 9 minutos, com uma bola de Éderson, que chutou para o gol, a bola chegou a passar perto, mas saiu.

Nos minutos seguintes, as equipes só se estudaram, com poucas chances de real perigo. O Atlético começou a gostar e se encaixar no jogo na metade do tempo. Aos 20 minutos, em contra-ataque, Nikão foi pra cima e cruzou, mas o goleiro defendeu. O meia tenta mais uma vez pela esquerda, aos 21, avançando pela esquerda e cruzando para o gol. Na sobra, Pavez tenta bater, mas Paulo Victor defende mais uma vez.

Dois minutos depois, o perigo. Zé Ivaldo cruzou para a área. Ederson, livre, tenta bater, mas a bola sai. O Furacão passa a dominar mais o jogo, não dando chance ao Grêmio. Aos 31, Nikão novamente veio cruzando rasteiro, a defesa afastou e Guilherme veio aproveitando a bola, mas chutou muito alto e a bola saiu por cima. Aos 33, Guilherme de novo vinha chegando, mas sofre falta pelo lado direito da área. Na cobrança, Nikão mandou bem perto, com a bola balançando a rede pelo lado de fora. Foi quase!

O primeiro tempo seguiu equilibrado, com as duas equipes trocando passes. O Atlético conseguiu ser mais efetivo, chegando mais ao gol, mas foi para o vestiário no 0 a 0.

Segundo tempo sem gols

Grêmio voltou querendo jogo, querendo ser mais ofensivo, mas sem efeito. O Atlético continua tentando montar jogadas e apresentou perigo aos 5 minutos, ao partir em contra-ataque. Guilherme avançou, mas chutou muito fraco para o gol. Aos 7 minutos, Léo Moura cobrou escanteio, e Weverton tirou no soco. Logo depois, em mais um contra-ataque, Sidcley recebeu pela direita, limpou e cruzou a bola, que saiu pela linha de fundo.

Chegando mais vezes na área, o Furacão ainda precisa melhorar na finalização. Novamente aos 9 minutos, Ederson recebeu de Nikão, mas bateu pra fora, sem direção. Logo em seguida, Seu Weverton opera um milagre! Everton recebeu na área, deu o chapéu e antes que ele conseguisse dominar e chutar, Weverton saiu, cresceu em cima do jogador e defendeu.

Aos 15 minutos, mais chance de gol. Guilherme inicia jogada e passa para Sidcley na direita, que ganhou da marcação, ficou cara a cara com o goleiro, mas bateu rasteiro e Paulo Victor defendeu.

O segundo tempo já teve cara diferente do primeiro, com mais jogadas individuais e grandes defesas dos goleiros, mas os times ainda continuam equilibrados.

Aos 20 minutos o Atlético teve que se segurar, Everton tentou mandar para o gol quase sem ângulo, bem no cantinho, mas Weverton agarrou a bola com segurança. Logo depois, Eduardo Henrique tocou para Sidcley, que fez o giro e caiu na área. Os jogadores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Aos 22, Sidcley novamente, tocando para a área para Éderson, que bateu cruzado e rasteiro para a defesa fácil de Paulo Victor. Aos 24, mais uma tentativa. Dessa vez Nikão vem pela esquerda e cruza, mas o goleiro defende novamente.

Do meio pra frente, o Grêmio começou a atacar mais, apostando mais. O Atlético ainda teve chance de ganhar o jogo, se convertesse o gol em uma das chances que teve. Na reta final o Furacão atacou bastante, mas sem sucesso. Aos 47 Douglas Coutinho perdeu a última chance de marcar, em jogada individual. Guilherme recebe na área, mas cabeceia para fora. Faltou finalizar melhor.

NIKÃO: Não é de hoje que o meia vem sendo destaque. Durante o jogo ganhou todas as bolas, iniciou jogadas e se destacou novamente.

FALTA CHUTAR COM VONTADE: Mesmo atuando bem e mais organizado, os jogadores ainda precisam finalizar com mais pressão. Muitas chances de gol perdidas na partida por cruzamentos e chutes fracos.

PRÓXIMOS JOGOS: Flamengo (fora), Coritiba (casa), Fluminense (casa).

Campeonato Brasileiro - (20/08/17) - Grêmio 0 x 0 Atlético
L: Arena Grêmio; H: 11h00; A: Jailson Macedo Freitas (BA) CA: Zé Ivaldo (CAP), Jailson (GRE), Guilherme (CAP), Kaio (GRE); CV: não houve; PP: 13.615; PT: 15.369; R: R$ 461.683,00; G: nenhum.

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Gomes (Beto da Silva 61'), Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira (Conrado 67'); Jailson, Kaio, Lincoln (Patrick 76'), Léo Moura e Fernandinho; Everton. T: Renato Gaúcho.

ATLÉTICO: Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Wanderson e Fabrício; Esteban Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto 82'), Guilherme, Nikão e Sidcley (Pablo 82'); Éderson (Douglas Coutinho 78'). T: Fabiano Soares.


Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=49218

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active