Furacao.com
Notícias

Brasileiro | segunda-feira, 31 de julho de 2017, 21h59

Enfim, três pontos!

Por: Furacao.com

Foto Destaque

Furacão volta a vencer no Brasileiro após seis jogos [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]

O Furacão venceu o Vasco por 1 a 0, na noite desta segunda-feira (31), no Estádio Raulino de Oliveira, pela 17ª rodada, pôs fim a um jejum de seis jogos sem vitória no Brasileiro e, de quebra, empurrou o Coritiba para a zona de rebaixamento. O gol salvador foi do atacante Ribamar.

Com o resultado, o Atlético subiu para a 14ª posição, agora com 20 pontos. Na próxima quinta-feira (31), às 19h30, o Rubro-Negro enfrenta o Avaí na Arena da Baixada, buscando mais uma vitória.

Vitória no sufoco

O primeiro tempo teve destaque para os sistemas defensivos. Vasco e Atlético priorizaram a marcação e tiveram poucos lances de gol. Tanto que, o árbitro Claúdio Francisco de Lima e Silva distribuiu cinco cartões amarelos só na etapa inicial. O Furacão foi o primeiro a assustar em uma cabeçada de Ribamar, que passou à esquerda da meta do goleiro Martin Silva. Bruno Paulista respondeu com um chute de fora, que foi longe do gol de Weverton.

Aos 15 minutos, Nikão puxou um bom contra-ataque, mas tocou errado para Ribamar, que vinha livre pela direita. Já no fim do primeiro tempo, Lucho teve a melhor chance do time. Após cobrança de falta de Nikão, o meia apareceu livre no segundo pau para cabecear, mas, sem ângulo, ele mandou a bola pela rede do lado de fora.

Na volta dos vestiários, o Vasco apostou nas bolas alçadas na área. Já o Furacão priorizou os contra-ataques. E, aos 15 minutos, após Pablo roubar a bola no meio-campo, Rossetto desceu pela esquerda e cruzou na medida para Ribamar abrir o placar, 1 a 0 Furacão. Depois do gol, o Vasco se lançou ao ataque. Paulo Vítor arriscou uma pancada de fora da área, mas Weverton salvou o Furacão.

O técnico Fabiano Soares, então, mudou o Atlético. Lucho González, Ribamar e Nikão deram lugar a Lucas Fernandes, Felipe Gedoz e Ederson. As alterações deram novo gás ao Furacão, que apostou ainda mais nos contra-ataques. Mas foi o Vasco que continuou no ataque e teve a chance de empatar. No último lance do jogo, o time carioca acertou a bola duas vezes na trave. Henrique e Paulo Vítor tentaram, mas o travessão salvou o Atlético, que, enfim, voltou a conquistar três pontos.

Matheus Rossetto evolui: Ao contrário dos últimos jogos, o volante atuou muito bem na marcação e contribuiu para o time na criação. Foi dele, inclusive, o passe para o gol de Ribamar. Vale ressaltar que a entrada de Esteban Pavez, como um volante mais fixo, deu mais liberdade ao Rossetto.

Cascardo não dá: O lateral-direito Cascardo novamente não conseguiu jogar. Além de dar espaços aos laterais adversários na marcação, ele não conseguiu chegar nenhuma vez ataque para ajudar o Furacão.

O GOL:
0x1 - 22’/2º: Ribamar - Pablo roubou a bola, driblou o marcador e passou para Rossetto. O volante cruzou da esquerda, e Ribamar marcou, após tirar de Martin Silva.



PRÓXIMOS JOGOS: Avaí (casa) e Palmeiras (fora).

Campeonato Brasileiro - (31/08/2017) – Vasco 0 x 1 Atlético
L: Estádio Raulino de Oliveira; H: 20h; A: Claudio Francisco Lima Silva (SE) CA: Matheus Rossetto, Pablo e Felipe Gedoz; Bruno Paulista, Jean, Guilherme PP: não divulgado; PT: não divulgado; R: não divulgado; G: Ribamar, aos 22' do 2º T.

VASCO: Martin Silva; Gilberto, Rafael Marques, Jomar e Ramón (Henrique 73'); Jean, Bruno Paulista, Guilherme Costa (Thalles intervalo), Matheus Vital e Paulinho (Manga Escobar 67'); Paulo Vítor. T: Milton Mendes.

ATLÉTICO: Weverton; Cascardo, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Esteban Pavez, Matheus Rossetto, Lucho González (Lucas Fernandes 67'); Nikão (Ederson 74'), Pablo e Ribamar (Felipe Gedoz 68'). T: Fabiano Soares.


Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=49170

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Últimas Notícias
Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active