Furacao.com
Notícias

Copa do Brasil | quarta-feira, 24 de julho de 2013, 21h28

Furacão vence e avança na Copa do Brasil

Por: Leandro Saboia (Furacao.com)

Foto Destaque

Marcelo e Paulo Baier fizeram os gols [foto: Julia Abdul-Hak]

Precisando vencer para avançar na Copa do Brasil, o Atlético recebeu o Paysandu numa Vila Capanema gelada, mas contando com o calor dos mais de cinco mil torcedores que compareceram ao estádio.

Sem dar chance para o azar, o Rubro-Negro foi para a cima no início e, logo aos sete minutos, abriu o placar com um gol de Paulo Baier, de pênalti. Na segunda etapa, depois de ampliar com Marcelo, o Furacão sofreu um gol e passou a adminsitrar a partida, jogando no contra-ataque.

No fim, a vitória por 2 a 1, que garantiu o Rubro-Negro nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, foi bastante comemorada pelos jogadores. Veja como foi a partida:

Gol no início alivia a tensão do Rubro-Negro

Em busca da classificação, o Rubro-Negro foi para cima do Papão, pressionando nos minutos iniciais. Logo aos dois minutos, Léo tentou jogada individual pela esquerda, invadiu a área, mas foi desarmado. Um minuto depois, pela direita, Paulo Baier cobrou falta e a zaga afastou.

Mantendo o ritmo, aos quatro minutos Everton invadiu a área e foi derrubado por Jean. O árbitro Grazianni Maciel Rocha, em cima do lance, marcou penalidade máxima para o Atlético, que foi muito reclamada pelo Paysandu. Na cobrança, o maestro Paulo Baier bateu forte e alto, no meio do gol, para abrir o placar, aos sete minutos. A bola chegou a bater no travessão antes de balançar as redes.

Com o placar favorável, o Furacão continuou pressionando em busca do segundo gol. Aos 14, Everton bateu da entrada da área e a bola passou à esquerda da meta de Marcelo Marinho. Aos 16, Marcão arrancou pela esquerda e cruzou para a área, mas a zaga conseguiu afastar. Um minuto depois, Everton cruzou para mais um corte da defesa alviceleste.

A partir de então, o Rubro-Negro diminuiu um pouco o ritmo e o Paysandu conseguiu equilibrar a partida. Aos 19, o veterano Iarley aproveitou lançamento e passou para Yago Pikachu que, livre de marcação, apareceu frente a frente com Weverton, mas errou a finalização e desperdiçou chance incrível. Aos 22, novamente Pikachu chegou com perigo, mas em posição irregular.

Momentos depois, o Atlético voltou a assustar o Papão. Aos 29, Marcão recebeu belo passe de Paulo Baier que, de letra, deixou o atacante na cara do gol. Mas o camisa 19 errou o chute, provocando protestos da torcida presente na Vila. O Rubro-Negro ainda voltou a assustar aos 36, quando o maestro chutou forte, de fora da área, para bela defesa de Marcelo Marinho.

Ao final da primeira etapa, o Atlético foi para o vestiário com o resultado que lhe garantia a classificação para as oitavas-de-final da competição.

Furacão amplia e passa a jogar no contra-ataque

Na segunda etapa, o técnico Vagner Mancini promoveu a estreia do atacante Dellatorre, que entrou no lugar de Marcão.

Com a vantagem no placar, o Atlético levou um susto logo no início, quando Iarley recebeu lançamento e saiu na cara do gol, tentando encobrir Weverton, que conseguiu fazer a defesa.

O Rubro-Negro reagiu com Marcelo, que recebeu na direita e cruzou para Everton desviar a bola para fora. Aos três minutos, em cobrança de falta, Baier mandou a bola nas mãos do goleiro do Paysandu.

Precisando do gol, o Papão partiu para o ataque. Aos seis, Eduardo Ramos cruzou para a área atleticana, mas João Paulo fez o corte. Aos 10, Rodrigo Alvim fez bom lançamento, mas o assistente marcou impedimento.

Mas, aos 14, Marcelo fez bela jogada dentro da área, girou em cima do marcador e bateu forte, no canto esquerdo do goleiro, para ampliar a vantagem do Furacão: 2 a 0.

Com o gol do Atlético, o Paysandu partiu com tudo para o ataque em busca do resultado. Aos 22, Eduardo Ramos tentou lançar para Iarley, mas Manoel conseguiu se antecipar e ficou com a bola. Aos 26, porém, o mesmo Eduardo Ramos cruzou para a área, a bola espirrou e sobrou para Zé Antônio, que bateu de fora e contou com falha de Weverton para diminuir a vantagem atleticana.

A partir de então, nem o Paysandu conseguiu chegar com perigo para empatar a partida, nem o Rubro-Negro demonstrou capacidade de ampliar o placar. Tentando garantir o resultado, o Atlético se fechou na marcação e passou a explorar o contra-ataque, mas sem eficiência.

Nem mesmo a entrada de Elias, no lugar de Paulo Baier, que ocorreu aos 37 da segunda etapa, foi capaz de dar maior movimentação ao Furacão. Aos 41, Vagner Mancini também provomeu a estreia de Marcelo Palau, que não teve tempo de mostrar seu futebol.

Aos 48 minutos, ao apito final do árbitro, a vitória foi muito comemorada pelos jogadores atleticanos, que voltaram a vencer em casa depois de agora aguardam sorteio para conhecer o próximo adversário na Copa do Brasil.

Copa do Brasil - (24/07/13) - Atlético 2 x 1 Paysandu
L: Vila Capanema; H: 19h30; A: Grazianni Maciel Rocha (RJ); CA: Jean, Everton, Luiz Alberto e João Paulo; CV: não houve; P: 5.702; R: R$ 61.720,00; G: Paulo Baier, aos 7’ do 1º, Marcelo, aos 15’ e Zé Antônio, aos 26’ do 2º.

ATLÉTICO: Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Léo; Juninho, João Paulo, Paulo Baier (Elias 82’) e Everton (Marcelo Palau 86’); Marcelo e Marcão (Dellatorre int). T: Vagner Mancini.

PAYSANDU: Marcelo Marinho; Fábio Sanches, Yago Pikachu, Rodrigo Alvim (Alex Gaibu 60') e Ricardo Capanema; Jean (Tallys 78'), Zé Antônio, Raul (João Neto 90') e Eduardo Ramos; Iarley e Careca. T: Givanildo de Oliveira.


Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=42554

Materias Relacionadas - 24/07/2013 - Copa do Brasil - Dellatorre e Palau estrearam pelo Atlético
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Furacão não vencia em casa desde o Atletiba
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Mancini revela abraço dos jogadores após vitória
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Para técnico, fórmula da Copa impede jogos bonitos
- 24/07/2013 - Futebol - Mérida está nos planos da comissão técnica
- 24/07/2013 - Futebol - Paulo Baier reitera pensamento de jogar mais um ano
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Atlético homenageou Djalma Santos na Vila
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Lesionado, Pedro Botelho ficou de fora
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Classificado, Atlético não participa da Sul-Americana
- 24/07/2013 - Copa do Brasil - Assista aos gols de Atlético 2 x 1 Paysandu

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active