Furacao.com
Notícias

Por Onde Anda | terça-feira, 18 de abril de 2006, 00h19

Veja como estão os atletas emprestados

Por: Furacao.com

Foto Destaque

Anderson Aquino é titular do ataque do Sport [foto: FOLHA DE PERNAMBUCO]

O Atlético é um dos clubes que mais possuem atletas registrados na CBF. São mais de 100 jogadores vinculados ao Furacão dentre os que fazem parte do elenco e os que estão emprestados a outras agremiações. Nesta última categoria, há os que já passaram pelo clube e não conseguiram se destacar, assim como os que tiveram grande sucesso e ainda os que poucas chances tiveram no CT do Caju. Muitos deles foram emprestados para pegar experiência e, quem sabe, voltar ao Atlético algum dia.

Por isso, a Furacao.com fez uma ampla avaliação dos jogadores que o Rubro-Negro emprestou a outras equipes entre o ano passado e este ano. Foram colhidas informações sobre o desempenho desses atletas e as perspectivas deles para o futuro próximo. Leia abaixo o resultado desta pesquisa e saiba como estão os jogadores atleticanos espalhados pelo Brasil e o mundo:

Alessandro Lopes: assim como em sua época de Atlético, foi pouco aproveitado na Portuguesa Santista. Quando chegou à equipe do litoral paulista, até chegou a fazer algumas partidas como titular, mas não apresentou um futebol convincente para continuar na zaga. Retornou ao CT do Caju após o Paulistão, mas seu futuro ainda é incerto. Tem contrato com o Atlético até 09/05/2009.

Anderson Aquino: em um de seus primeiros jogos como titular, o jovem atacante fez um golaço de fora da área, ganhando a confiança do técnico Dorival Júnior. Nos jogos seguintes, porém, recebeu algumas críticas da torcida por prender demais a bola e insistir na jogada individual. Apesar disso, os torcedores reconhecem a sua habilidade, o seu ótimo posicionamento em campo e a sua ousadia na hora de driblar. Foi campeão pernambucano. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2008.

Andrey: chegou ao Atlético no início da temporada 2005, mas não disputou sequer uma partida com a camisa rubro-negra. No início deste ano, Andrey foi emprestado ao Figueirense. O goleiro foi titular em todas as partidas do Campeonato Catarinense até ser expulso na penúltima partida, ficando de fora da decisão contra o Joinville. Mesmo assim, foi campeão estadual. Criticado por parte da torcida, terá na Série A uma oportunidade de se firmar. Tem contrato com o Atlético até 01/03/2008.

Badé: jogou no Atlético no início de 2005 após ter feito uma boa temporada pelo Avaí. Não aproveitado, o jogador foi emprestado ao Bahia e acabou sendo rebaixado para a Série C. Depois, passou pelo Criciúma e foi afastado pelo técnico Edson Gaúcho por deficiência técnica. Recentemente, chegou a ser negociado com o Paysandu, mas o clube paraense desistiu de sua contratação. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2007.

Beto: foi emprestado ao Paulista logo no início do ano. No começo, atuou como meia e foi mal. Chegou a ser vaiado em seus primeiros jogos e apontado como um dos piores jogadores do elenco. Num jogo contra o Mogi Mirim, teve a oportunidade de atuar na sua posição original, a lateral-esquerda. Foi um dos destaques do jogo e acabou sendo mantido para as duas partidas seguintes, contra Palmeiras e River Plate. Com boas atuações, começa a se firmar na equipe e a vencer a resistência da torcida. Tem contrato com o Atlético até 30/04/2008.

Andrey é titular do Figueirense [foto: Diário Catarinense]

Castorzinho: sempre foi um dos destaques do futsal curitibano. Atuando pela AABB era considerado como uma das maiores promessas do futebol paranaense. Porém, nunca repetiu nos gramados o mesmo destaque das quadras. Contratado pelo Atlético, não teve chance de atuar no elenco principal, sendo constantemente emprestado para outros clubes. Em 2006 reapareceu na mídia ao se destacar na partida de ida da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, marcando um dos gols da vitória do seu time, o Mineiros de Goiás. Foi um dos artilheiros da equipe no Campeonato Goiano. Tem contrato com o Atlético até 15/08/2007.

David: depois de recusar a proposta do clube polonês Pogon, o meia se apresentou em fevereiro ao Marilia. Cinco dias depois, já estava em campo estreando contra o Noroeste, um dos clássicos regionais de São Paulo. Porém, viu o time levar uma goleada de 4 a 0. Já na segunda partida, onde a equipe se reabilitou no campeonato, David foi um dos destaques dando mais qualidade ao meio-campo do time, confirmando sua titularidade. Tem contrato com o Atlético até 31/01/2007.

Douglas: embora nunca tenha sido titular, é o jogador atleticano que mais tem sido aproveitado pelo técnico Vágner Mancini. Entra sempre no segundo tempo, geralmente quando o Paulista está vencendo e precisa segurar o resultado. É considerado um jogador voluntarioso, mas pouco técnico. Considerado útil, deve ter mais chances durante a Série B do Campeonato Brasileiro. Tem contrato com o Atlético até 21/06/2007.

Durval: é titular e vem sendo o grande "xerife" da defesa do Sport, sempre com muita segurança e eficiência. É visto pela torcida como um dos "intocáveis" da equipe. Soberano na zaga, foi campeão pernambucano e eleito para a seleção dos melhores da competição do Jornal do Commercio e da Rede Globo. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2007.

Edivaldo: no início da temporada, Edivaldo defendeu o Figueirense. Pouco aproveitado no time catarinense (foi relacionado para apenas sete partidas, sendo que em apenas uma foi titular), acabou sendo negociado com o Rio Preto, do interior paulista. Lá, estreou na 12ª rodada do Campeonato Paulista da série A-2 e disputou os três últimos jogos do time como titular, marcando, inclusive, um gol. Tem contrato com o Atlético até 01/09/2008.

Igor: emprestado há poucos dias para o Juventude, Igor foi o primeiro reforço do time gaúcho para o Campeonato Brasileiro. Fez sua estréia na equipe logo no primeiro jogo do Brasileirão, contra o Paraná Clube. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2006.

Jadilson: chegou à Ilha do Retiro ainda temporada 2005 como um total desconhecido, ganhando uma chance apenas na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. Fez 5 gols em 4 jogos e todos passaram a vê-lo como o homem-gol que o Sport não tinha desde o início da década de 90. O time apressou-se em assegurar a sua permanência por empréstimo, até o final da temporada 2006. No primeiro jogo do Campeonato Pernambucano, contra o Estudantes, Jadilson foi o grande nome do Sport, marcando os dois gols da vitória rubro-negra. Alguns dias depois, contundiu-se durante um treino e recebeu o diagnóstico de que teria de ser operado e ficar afastado por pelo menos seis meses. Tem contrato com o Atlético até 06/08/2007.

Durval foi considerado o melhor zagueiro do Campeonato Pernambucano

Jairo: chegou em Salvador no meio do Campeonato Brasileiro da Série B em 2005, não se firmando inicialmente no time. Quando conseguiu vaga entre os titulares, caminhou junto com o Vitória para o rebaixamento à Série C. Em 2006, o “pitbull” Jairo vem alternado entre a titularidade e a reserva. Começou a temporada como titular, mas perdeu a posição no 18º jogo do time em 2006, para o volante Garrinchinha. Ainda não marcou gols na temporada.

Jonatas: atuou em uma partida este ano com a camisa do Atlético, contra o Rio Branco, em Paranaguá. Depois disso, foi emprestado para a Portuguesa Santista, conseguindo o posto de titular. Foi o principal artilheiro do time no Campeonato Paulista, marcando cinco gols. O Sport tentou sua contratação, mas o técnico Givanildo Oliveira requereu sua reintegração ao elenco atleticano. Tem contrato com o Atlético até 26/01/2008.

Jorge Henrique: contratado do Náutico no final de 2004, Jorge Henrique não pôde ser inscrito a tempo para a disputa do Campeonato Brasileiro e muitos apostaram nele como um dos bons reforços do Atlético para a Libertadores. Inscrito na competição sul-americana, pouco atuou, chegando a ser substituído de um jogo logo após sua entrada em campo. Nunca teve destaque no Atlético, retornando no início do ano para o Nordeste, emprestado ao Ceará. Foi reserva do Vovô, mas na reta final do Campeonato Cearense conquistou a posição de titular, jogando muitas vezes improvisado no meio-campo. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2008.

Juninho: chegou ao Atlético em 2005, junto com vários outros jogadores do Guarani. Apesar de ser considerado um dos destaques do Bugre, foi pouco aproveitado no Atlético, devido à boa fase dos zagueiros titulares e contusões. Estreou no clássico Atletiba vencido pelo Furacão na Arena, entrando no final do jogo. No início de 2006, após atuar no Campeonato Paranaense, foi emprestado ao Ceará a pedidos do treinador Zé Teodoro. No alvinegro cearense ,destacou-se e foi campeão estadual, inclusive marcando o gol do primeiro jogo decisivo. Tem contrato com o Atlético até 04/06/2008.

Juninho foi campeão estadual pelo Ceará [foto: DIÁRIO DO NORDESTE]

: Revelado nas categorias de base do Caxias, o atacante foi contratado pelo Atlético em 2003. Chegou a disputar algumas partidas pelo time principal, mas acabou sendo rebaixado para o grupo B com a chegada do técnico Mário Sérgio. Foi emprestado nos anos seguintes a Juventude, Ceará e Gama. No segundo semestre de 2005, retornou ao Furacão e chegou a ser relacionado para algumas partidas do Campeonato Brasileiro, já nas últimas rodadas. Lê chegou ao Marilia no início do ano com fama de bom jogador e sequer jogou o Campeonato Paulista, com dificuldades até para ser relacionado ao banco, já que o clube conta com os titulares absolutos Wellington Amorin e Sandro Gaúcho. Tem contrato com o Atlético até 10/04/2008.

Marcão: negociado com o futebol japonês no início do ano, o jogador teve uma adaptação tranqüila no outro lado do mundo. A dificuldade inicial foi na comunicação, já que não conseguia gravar os nomes dos jogadores. Outra mudança é no estilo de jogo, pois no Japão a característica é a rapidez, com os atletas correndo muito em campo. Titular do Kawasaki Frontale, Marcão já estreou com o pé direito, dando dois cruzamentos para dois gols de sua equipe. Na segunda partida, o lateral-esquerda deu outro cruzamento que resultou em gol, além de marcar o seu primeiro gol no Japão. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2007.

Marcus Winícius: emprestado no fim do ano passado ao Bragantino, o volante Marcus Winícius começou a temporada como titular no time de Bragança Paulista. Dos 18 jogos que o Braga fez no Campeonato Paulista, participou de 12 partidas. No entanto, nos últimos três jogos do time, não figurou entre os titulares. Voltou ao Atlético depois do Paulista, mas ainda não se sabe se será aproveitado. Tem contrato com o Atlético até 01/02/2008.

Netinho: veio do Guarani. No início de 2005, o meia teve boas atuações no Campeonato Paranaense, mas não foi inscrito na Libertadores da América e perdeu espaço no time principal. No começo de 2006, foi emprestado ao Náutico. No clube pernambucano, logo tornou-se um dos principais jogadores da equipe, ganhando dos torcedores o apelido de Netinho Fut-Show. Fez belos gols no Campeonato Pernambucano e ajudou a eliminar o Coritiba da Copa do Brasil ao marcar os dois gols da classificação do Náutico. É um dos grandes destaques da equipe. Tem contrato com o Atlético até 14/01/2008.

Ney Santos: assim como aconteceu em sua passagem pelo Atlético, ainda não disputou sequer uma partida oficial pelo Sport. Segundo torcedores pernambucanos, o lateral não possui a mínima condição técnica para jogar na equipe. Para se ter uma idéia, o titular Marcos Tamandaré já esteve de fora, por suspensão, mas o técnico Dorival Júnior preferiu improvisar o volante Éverton na lateral-direita, não utilizando o jogador emprestado pelo Atlético. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2006.

Netinho está se destacando no Náutico [foto: TIMBUNET]

Rodrigo Souto: foi contratado pelo Atlético no início de 2005 e fez apenas 10 partidas com a camisa rubro-negra. Sua trajetória no Atlético ficou marcada quando o jogador figurou numa lista de dispensa do Atlético e os jornais exploraram o fato de ele ter deixado o CT do Caju de chinelos e carregando seus objetos pessoais em um saco de lixo preto. Depois, o volante acabou sendo reintegrado, mas não voltou a jogar. Emprestado ao Figueirense em agosto de 2005, o volante atuou em 13 dos 19 jogos, ficando fora apenas por contusão ou suspensão. Atuando como zagueiro, Rodrigo Souto foi eleito o melhor de sua posição no Campeonato Catarinense. Tem contrato com o Atlético até 25/01/2008.

Rodriguinho: assim que chegou na Ilha do Retiro, o polêmico meia revelado no CT do Caju assumiu a posição de titular e dela não saiu mais. Jogando como segundo volante, Rodriguinho tem se mostrando um atleta polivalente: além de marcar bem, sabe distribuir as bolas e chegar na área adversária para fazer gols. Foi campeão pernambucano e é um dos destaques da equipe. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2008.

Rogério Corrêa: após passar três anos e sete meses defendendo o Furacão, onde conquistou títulos importantes como o Brasileiro de 2001, Rogério Corrêa foi emprestado ao Shimizu S-Pluse, do Japão, no início de 2005. Porém, o zagueiro não foi aproveitado, rescindiu seu contrato com o time japonês e voltou ao Brasil. Em agosto de 2005, foi para o Goiás. Sob o comando de Geninho, Rogério participou de todas as sete partidas do Goiás na Libertadores deste ano, formou a defesa menos vazada da competição com um gol em seis jogos e assinalou o primeiro gol da história da equipe, na estréia diante do Deportivo Cuenca. Como capitão, Rogério recentemente levantou a taça do Campeonato Goiano. Tem contrato com o Atlético até 31/12/2008.

Sammir: dos três atleticanos que foram emprestados ao Paulista, foi o único que chegou a Jundiaí com status de "craque". Porém, sua trajetória no clube foi breve e decepcionante. Fora de campo, revelou-se um atleta desmotivado. Jogou poucas partidas e não agradou. Segundo torcedores do Galo, foi um jogador lento e apático. Num final de semana, viajou para Curitiba e não voltou mais, rescindindo o contrato de empréstimo. Tem contrato com o Atlético até 12/08/2006.

Tiago Vieira: vindo do Rio Branco de Americana em 2003, Tiago Vieira foi titular do Atlético em vários jogos no Brasileiro de 2003. Com atuações irregulares e algumas expulsões, o zagueiro não conseguiu se firmar no clube, sendo emprestado para o Guarani em 2004. Rebaixado com o clube de Campinas, Tiago Vieira voltou ao Atlético e foi inscrito na Libertadores, mas pouco jogou. No início de 2006, foi emprestado ao Bragantino, onde jogou o Campeonato Paulista. Foi titular do time de Bragança, mas continuou marcado pelos cartões. Recentemente, transferiu-se para o Ceará para a disputa da Série B nacional.

Ticão: dos jogadores emprestados pelo Atlético ao Sport, Ticão é o que despertava maior expectativa da torcida rubro-negra no início da temporada, devido às suas boas atuações nos treinos, especialmente quanto ao desarme e saída de bola com qualidade. Contundiu-se às vésperas da estréia do Sport no Campeonato Pernambucano e perdeu a titularidade para Leanderson. Quando se recuperou, disputou alguns poucos jogos sem muito destaque, até machucar-se novamente, situação que perdura até hoje. Ainda assim, muitos torcedores aguardam ansiosamente a sua recuperação. Voltou a Curitiba recentemente para se recuperar da lesão. Tem contrato com o Atlético até 30/11/2007.

Welington: revelado pelo PSTC e com passagens pela Ferroviária, o meia é titular do Sport. Se existisse no futebol a posição de "kicker", assim como há no futebol americano, Welington encaixaria-se nela perfeitamente. Artilheiro do Sport na temporada com 6 gols, Welington destaca-se principalmente nas bolas paradas: cobra todas as faltas e escanteios. Com a bola rolando, contudo, deixa a desejar. Em muitas partidas, passa boa parte do tempo apagado e, quando tem a bola nos pés, por vezes não sabe o que fazer. Destoa do ágil setor ofensivo do Sport, com Anderson Aquino, Fumagalli e Geraldo. Chuta bem de fora da área, tendo marcado dois gols dessa maneira e ajudado a equipe no título pernambucano desta temporada. Tem contrato com o Atlético até 28/02/2008.

Confira na seção Por Onde Anda onde estão jogando outros jogadores que já passaram pelo Atlético, mas que não têm mais vínculo com o clube.

Reportagem: Marçal Justen Neto, Marcel Costa, Monique Silva e Patricia Bahr, todos da equipe de conteúdo da Furacao.com. Agradecimentos: César Neto, Francisco Ribeiro, J. B. Telles, Luciano Santos, Luis Carlos Correa, Rafael Zochetti, Rodrigo Gerdulli, Richard Eduard Dücker e Rodrigo Paiva.

Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=18235

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active