Adílson
zagueiro
 

Nome:

 

Adílson Dias Batista.

  Nascimento:   Adrianópolis (PR), 16.03.1968.
  Posição:   zagueiro.
  Clubes:   Atlético, Cruzeiro, Internacional, Atlético-MG, Grêmio, Jubilo Iwata, Corinthians e Seleção Brasileira.
  No Atlético:   1987 a 1989. Campeão paranaense em 1988.
       

Este vigoroso zagueiro nascido em Adrianópolis, no norte pioneiro do estado, marcou época não só no Atlético, mas também no futebol brasileiro. Sua força física, aliada à técnica e sobretudo seu posicionamento, foram fatores preponderantes para que fosse convocado para a Seleção Brasileira de Juniores, em 1987, fato raro no futebol paranaense da época.

No Furacão, teve as primeiras chances em 1987. Era volante dos juniores quando foi observado pelo técnico Levir Culpi e pelo diriginte Valmor Zimermann. Imediatamente, ambos perceberam que aquele garoto seria a solução para a defesa do time principal. Mesmo com a pouca idade, comandava a defesa, incentivado pelo veterano goleiro Roberto Costa. Formou dupla de zaga com Marcão e fez um ótimo Campeonato Paranaense de 1987. Foi importante também no título de 1988, sendo o responsável direto pela marcação do artilheiro pinheirense, Dadinho. No Atlético, Adílson ganhou o apelido de "Pezão", que o acompanhou ao longo de toda a carreira.

Depois do Furacão, Adílson defendeu vários clubes de ponta no Brasil, mas foi no Grêmio, comandado por Luis Felipe Scolari, que Adilson teve as maiores glórias de sua carreira como jogador. No total, conquistou 23 títulos em 13 anos de carreira. Tornou-se campeão sul-americano e recebeu o apelido de "Capitão América".

Atualmente Adílson Batista é técnico do Grêmio, após ter feito boas campanhas pelo Avaí de Santa Catarina e ter uma breve passagem pelo Paraná Clube no campeonato brasileiro de 2003.

 
 
Últimas Notícias