O Centro de Treinamentos Alfredo Gottardi, ou o CT do Caju, como é nacional e internacionalmente conhecido, é uma das partes fundamentais do patrimônio do Clube Atlético Paranaense e é um dos símbolos da nova fase pela qual atravessa o clube.Em 1995, o Atlético passou a se voltar para se tornar um clube exclusivamente de futebol, deixando de lado a parte social e recreativa. A diretoria que recém havia tomado posse desfez-se do antigo Parque Aquático, localizado no bairro do Boqueirão, que era utilizado apenas para lazer de sócios, muitos dos quais nem para o Atlético torciam.

O nome do CT é uma homenagem ao maior jogador do Clube Atlético Paranaense de todos os tempos. Alfredo Gottardi, ou o “Caju” , como foi conhecido esse excepcional goleiro, defendeu o Atlético por mais de uma década e esse foi seu único clube, à exceção das Seleções Paranaense e Brasileira. Uma homenagem mais do que justa a “Majestade do Arco”.

Em 1996, iniciou-se uma nova fase no futebol nacional, e o rubro-negro, assim como outros clubes, sentiu-se a necessidade de ter um local específico para o planejamento de suas atividades, e o treinamento de seus jogadores. Foi quanto surgiu então a oportunidade para adquirir a enorme sede de um antigo hotel-fazenda em Curitiba. Pode-se dizer hoje em dia que esta aquisição foi o que de melhor havia acontecido ao Atlético até aquele ano. A área possuía a toda a infra-estrutura e o conforto de um hotel, além de um grande espaço para se construir as estruturas de Departamentos Médicos e de se instalar vários campos de futebol. Na época, o então técnico Emerson Leão foi um dos maiores incentivadores da compra da área, argumentando que aquele seria o passo que impulsionaria o Atlético para o topo dos clubes de futebol no Brasil.

Analisadas todas as possibilidades, a diretoria do clube não perdeu a chance. Comprou o antigo hotel e remodelou-o, transformando-o no maior e mais moderno Centro de Treinamentos da América do Sul, superando até a Granja Comary, utilizada pela Seleção Brasileira.

O CT do Caju localiza-se no Bairro do Umbará, a mais ou menos 15 km do centro da Capital. Atualmente, conta com cerca de 40 suítes para jogadores, duas salas de reunião, academia de musculação, sauna, sala de fisioterapia, departamento médico (o mais completo do país) e odontológico, heliporto, capela e uma pista de propriocepção (única no Brasil). Além disso, o CT do Atlético possui toda a estrutura necessária para que os times de futebol possam treinar: cozinha industrial, lavanderia, salas de refeições, churrasqueira, bar, salas para administração do futebol do clube, equipamentos esportivos e estacionamento com capacidade para 150 automóveis. A estrutura oferecida pelo Atlético para os seus jogadores vai além. Existem ainda cinco campos oficiais de futebol , todos equipados com drenagem e irrigação artificiais, piscinas, quadras de tênis, vôlei de praia, campos de futebol suíço e uma pista de jogging com mais de 750 m.

Toda essa estrutura atende a todas as categorias de futebol do rubro-negro paranaense, desde o ifantil até o profissional.  Aliado a tudo isso, o clube possui uma equipe de profissionais altamente capacitados e treinados para formar grandes craques e aperfeiçoar as qualidades físicas, motoras e técnicas dos jogadores atleticanos.

Hoje o CT do Caju não é apenas um local para treinamentos. A excepcional estrutura precisa ser mais bem aproveitada. E isso acontece com o "Programa Internacional de Futebol". A idéia desse programa é atrair jovens do mundo inteiro para que venham aprender, no Atlético, o futebol e se tornar jogadores profissionais. O Atlético oferece toda a infra-estrutura do CT, uma equipe técnica de profissionais altamente gabaritados e um processo de formação integral, através de biblioteca, salas de estudos e de conferências, além do apoio da equipe médica e odontológica.

A primeira experiência desse Programa foi muito bem sucedida. Durante aproximadamente seis meses, a Seleção de Juniores da China ficou hospedada no CT do Caju, treinando para aperfeiçoar a forma e a técnica de seus jogadores. O excelente resultado dos trabalhos foi comprovado com a terceira colocação obtida pela China no Torneio de Toulon de 1999. Devido a este sucesso, foi mantido e intensificado o relacionamento entre a Federação Chinesa e o Atlético Paranaense. Hoje, várias equipes chinesas se hospedam no CT do Caju para incrementar a sua preparação física, fisiológica e técnica.

Outro fator que orgulha a todos os atleticanos, é o fato de a Seleção Brasileira utilizar a estrutura do CT para os seus treinamentos quanto vem a Curitiba. Comprovando que o Atlético possui hoje o melhor Centro de Treinamentos do Brasil.

Pode-se dizer que o Centro de Treinamentos Alfredo Gottardi é a síntese da atual filosofia do Clube Atlético Paranaense. O Atlético busca hoje ser um clube de qualidade total e tornar-se  a maior potência do futebol brasileiro.

O sucesso de toda essa estrutura vem sendo comprovado a cada dia, com a conquista de títulos e a formação de atletas de nível internacional.

Visita
Em 2003, a Furacao.com realizou uma visita ao CT do Caju para saber como funcionavam na prática as atividades dentro do Centro de Treinamentos. Clique aqui para conferir.

 
Últimas Notícias